Importância da Avaliação da Motricidade Orofacial na Fonoaudiologia






A Motricidade Oral (MO) é definida como o campo da Fonoaudiologia voltado para o estudo e/ou pesquisa, bem como para a prevenção, avaliação, diagnóstico, desenvolvimento, habilitação, aperfeiçoamento e a reabilitação dos aspectos estruturais e funcionais, das regiões orofaciais e cervicais

A avaliação clínica em motricidade orofacial (MO) representa fundamental etapa no processo de diagnóstico fonoaudiológico nessa área, uma vez que possibilita a compreensão das condições anatômicas e funcionais do sistema estomatognático. Permite, ainda, estabelecer o raciocínio terapêutico e definir a necessidade de encaminhamentos, além de fornecer dados quanto ao prognóstico do caso.

Para atuação nessa área, é imprescindível a realização de uma entrevista inicial, uma avaliação clínica e uma avaliação miofuncional, bem detalhadas. Com o objetivo de tornar-se mais fidedigna, faz-se necessária a complementação por meio de documentação fotográfica da face, da relação oclusal dentária e da postura corporal. O uso de protocolos específicos de documentação fonoaudiológica tem melhorado o raciocínio clínico na busca de diagnóstico e prognóstico mais apropriado no distúrbio miofuncional orofacial. A análise funcional é tão importante quanto a análise estática que é realizada por meio de filmagem das funções estomatognáticas

Os fonoaudiólogos especialistas em motricidade oral têm tido uma preocupação constante, a respeito de uma avaliação mais quantitativa/ qualitativa e os progressos possam ser mensurados antes e depois do tratamento.

No decorrer do tempo, alguns profissionais perceberam a importância de usar, e, até mesmo, criar protocolos específicos para que pudessem obter parâmetros e registros mais confiáveis. Os fonoaudiólogos da área de MO também procuraram desenvolver parâmetros, que lhes dessem a possibilidade de registrar os dados iniciais e confirmar as mudanças que ocorrem nos pacientes já tratados.

Assim, sugere-se manter documentação dos pacientes com fotos, exames clínicos, radiografias, vídeos e fitas gravadas de entrevistas .Com isto, poder-se-á fazer uma avaliação mais global do paciente.

É importante que o fonoaudiólogo desperte seu interesse pela pesquisa e divulgação de resultados obtidos no atendimento clínico, pois assim, poderá dividir experiências e multiplicar conhecimentos na sua própria área ou nas áreas afins.

Para se ter segurança e método nesse tipo de avaliação, indico o curso Motricidade Orofacial: passo a passo da avaliação e elaboração de relatório.  O objetivo deste curso é dar segurança ao aluno para analisar os dados obtidos de uma avaliação de MO a partir da vivência prática, de todos os itens de uma documentação fonoaudiológica em MO, após a explicação teórica dos mesmos. Clique aqui e saiba mais!

Sou a Dani, a atendente do Quero Conteúdo e posso te indicar cursos e ebooks sobre esse assunto.. Entre em contato conosco através do Email, do Whatsapp ou do Messenger

Comente:

Nenhum comentário