Saiba mais sobre a Ventosaterapia






A Ventosaterapia é utilizada no Oriente há centenas de anos e sua aplicação além de favorecer a limpeza corporal, atuando nas trocas gasosas eliminando assim a toxidade que afeta o organismo, regula o PH sanguíneo e traz um efeito reflexo quando aplicada nos pontos ou meridianos de Acupuntura.

A ventosa serve como uma possível forma de liberar uma tensão muscular ou uma fibra que pode estar com uma contratura. Até mesmo em um estiramento, com a sucção, ela retira células antigas e repõe células novas, o que facilita o processo de autorregulação do corpo.

Feito por um profissional com conhecimentos de fisiologia e acupuntura, o tratamento com ventosas requer cápsulas de vidro, silicone ou acrílico, que são aplicadas diretamente em diversas regiões do corpo.

Para o tratamento com ventosas deve-se deixar a área a ser tratada descoberta e aplicar um óleo ou creme hidratante na pele, para permitir que as ventosas deslizem pela pele.

A seguir deve-se colocar as ventosas na área de tratamento. As 3 formas mais comuns de aplicar as ventosas no corpo são com:

  1. Copo de silicone: basta pressionar o copo de silicone com os dedos e depois colocar na pele, devido ao vácuo que se forma em seu interior a pele é sugada e a ventosa fica presa;
  2. Copo de vidro: ascender uma vela e colocar a chama no interior do copo e logo a seguir colocar o copo na pele. O vácuo se forma quando o oxigênio de dentro do copo é consumido pela vela e, por isso, se aplicado rapidamente sobre a pele, suga-a;
  3. Ventosa eletrônica:  basta posicionar as ventosas no local que deseja tratar e depois ligar o aparelho na força do vácuo que se deseja usar. Aos poucos a pele vai sendo sugada e a ventosa fica presa na pele. 

Pode-se ainda usar as ventosas associadas a outras técnicas como as agulhas de acupuntura por dentro de cada ventosa, plantas medicinais, com sangria ou com água, por exemplo.

O tempo de duração da sessão varia de acordo com a finalidade do tratamento.

Quando as ventosas são aplicadas pensando em um benefício estético, o procedimento leva aproximadamente uma hora. Vinte minutos são suficientes para aliviar as dores.

O tratamento com ventosas pode ser indicado para eliminar a dor nas costas causada por tensão muscular ou contraturas, inchaço nos braços, pernas ou pés, dor nas articulações, sendo também um bom complemento no tratamento da celulite.

Isso porque os seus principais benefícios incluem:

  • Aumento da circulação sanguínea local;
  • Eliminação de contraturas musculares e pontos gatilho;
  • Fortalece os vasos sanguíneos;
  • Aumentar a produção de líquido sinovial dentro das articulações;
  • Relaxar e acalmar o corpo e a mente.

Os terapeutas mais indicados para o tratamento com ventosas são os formados em Medicina Tradicional Chinesa, o acupunturista e o fisioterapeuta especialista em acupuntura ou que tenha conhecimento desse tipo de técnica.

Quando é usada uma grande quantidade de vácuo o local de tratamento pode ficar permanecer dolorido por cerca de 5 dias, mas pode-se observar que a pessoa ficará com marcas roxas no corpo, porque logo nos primeiros minutos de aplicação da ventosa, pode-se observar a vermelhidão e cor arroxeada que surge.

Assim, para evitar que isso aconteça, o que se pode fazer é diminuir a pressão de cada ventosa e não deixar que ela fique parada num só lugar. Uma boa estratégia para que a pele não fique marcada, nem dolorida é usar pouca pressão dentro da ventosa e aplicar óleo na pele e movimentar a ventosa constantemente pela área a ser tratada. 

Tomar um banho morno e massagear a região que foi tratada com óleo de rosa mosquetá constitui um excelente tratamento caseiro para evitar a dor e as marcas roxas na pele depois do tratamento.

Se você é profissional da saúde, eu tenho duas dicas excelentes para te dar:

1) Curso de Ventosaterapia - Curso completo + Bônus


Clique nos nomes dos cursos para mais informações!


Sou a Dani, a atendente do Quero Conteúdo e posso te indicar cursos e ebooks sobre esse assunto.. Entre em contato conosco através do Email, do Whatsapp ou do Messenger

Comente:

Nenhum comentário