Engenheiro de Produção e a Ergonomia





O termo ergonomia refere-se aos métodos para que pessoas que interagem com máquinas adaptem-se da melhor forma ao ambiente de trabalho. A palavra origina-se do grego ergon, que quer dizer "trabalho", e nomos, cujo significado é "leis ou normas".

Em qualquer ambiente produtivo há riscos à saúde humana que precisam ser controlados. As máquinas de corte, guindastes e grandes equipamentos são os exemplos mais evidentes. Porém há fatores menos perceptíveis a primeira vista, mas que, até por isso, são muitas vezes altamente nocivos. É o caso de gases tóxicos, névoas, poeiras, ruídos, altas temperaturas ou iluminação deficientes. Estes riscos podem gerar acidentes ou doenças oriundas do trabalho afetando a vida dos trabalhadores. Conhecer como controlar estes riscos é fundamental para garantir o projeto de sistemas produtivos adequados ao trabalho humano. Estes mesmos conhecimentos, da área denominada ergonomia são empregados também durante o projeto de novos produtos para garantir que eles não tragam riscos ao consumidor final.

O Engenheiro de Produção pode atuar nesta área participando de equipes de projeto de produto como ergonomista ou aplicando estes conhecimentos no projeto de fábricas e linhas de produção ou serviços.

Sub-Áreas

  • Organização do Trabalho
  • Psicologia do Trabalho
  • Biomecânica Ocupacional
  • Segurança do Trabalho
  • Análise e Prevenção de Riscos de Acidentes
  • Ergonomia
  • Ergonomia do Produto
  • Ergonomia do Processo

É importante que os gestores se conscientizem de que proporcionar um programa de saúde e segurança do trabalho na organização não é somente uma obrigação legal. Essa medida pode aumentar a produtividade e o desempenho dos trabalhadores, diminuindo os índices de afastamentos por doenças ocupacionais e o absenteísmo.




Sou a Dani, a atendente do Quero Conteúdo e posso te indicar cursos e ebooks sobre esse assunto.. Entre em contato conosco através do Email, do Whatsapp ou do Messenger

Comente:

Nenhum comentário